31 de mar de 2011

Fechando tudo e passando a régua...

Tá tudo muito bom, ta tudo muito bem


Eu... eu sou assim... desbravado, cara de pau, bravo. sou cauteloso, amigo! fiel e leal, cheio de problemas, cheio de soluções. Vivo correndo atrás de muita coisa, de muitas pessoas de muitas situações. vivo mudando, crescendo, sumindo. vivo assim, e vivo, vivo muito, aprendo, penso, paro e penso, penso mais. e continuo, ou não.

Viver é bom, mas é difícil, as recompensas são demoradas, são suadas, não sei se ja posso cantar  vitoria, mas sei que tenho vantagem pra contar. Ultimamente ando assim. monossilabico. direto. com pontos finais no fim de cada frase ou palavra dita. sem direito a voltar atrás ou remendar o que já foi dito.

Feliz estou? talvez, infeliz jamais. Embora a infelicidade seja constante em minha vida, não a mantenho nem a preservo, destruo-a de maneira exterminadora porém sempre existirão rastros que são necessários. Necessários pois o dia que exterminar a infelicidade por inteiro da minha vida, poderei deixar de correr atrás de tudo e viver.

Engraçado como não paro de aprender, não paro de ensinar, nem de viver situações diferentes e fortes. O ano começou e muita coisa acabou, muita coisa mudou de lado, mudou de visão, varias coisas desapareceram e nunca mais vão voltar, outras tantas parecem que se perderam e eu não as acho de jeito nenhum. Enfim, o ano de 2010 não foi bom e 2011 não tem sido bom também, mas nada muito grave. A verdade é que o jeito 'bom' que eu quero/queria, talvez nao seja o bom de verdade.


Bom é estar de bem consigo, ter amigos e um bom relacionamento no trabalho, é se sentir satisfeito com o que ganha e o que perde também. É bom voce chegar em casa e ter comida, mãe, cobertor e roupas, bom é voce ter condições de sair e gastar sem se preocupar com o quanto sobrou na conta, bom de verdade é o que eu to vivendo. E nunca pensei que fosse tão bom

Analisando... Nos anos que se passaram, sempre reclamei de algo, nunca estava bom, e nunca eu sabia o porque ... A verdade é porque o meu bom não era bom. Meu bom era inconstante, incerto, meu bom era instavel e muito vulneravel. Meu bom  era burro, era incerto, era dependente de outra pessoa, de outra personalidade, meu bom era péssimo e eu só fui perceber isso agora. Quando o bom mesmo apareceu
 

Pensando dessa forma, arranjei soluções para diversos dilemas e questionamentos . Será que o bom que preservamos em nossa cabeça, o bom que idealizamos como meta, é bom mesmo?  Quantas vezes não reclamamos que nada está bom sendo que o bom não é nada?

(K)

Da série: O Trabalho do Rah !

É! Eu Trabalho...

Há um tempo atras estava conversando com um amigo... da época em que eu falava :" Trabalho? * coceiras* "
Aqui, eu me divirto, eu fico bravo com a ignorancia do brasileiro. Aqui eu falo muita besteira, eu falo muito mal das pessoas, eu grito e eu chingo picas! :D mentira ._.
Aqui é aonde eu me refugio, eu fico triste e feliz, é onde eu me animo pra ganhar dinheiro e pra gastar dinheiro!

Aqui tem pessoas bonitas, feias, aqui tem gente falsa, mas tem amigos tambem
Aqui é dificil de ficar, dificil de entender as regras e segui-las. Aqui tem muita frescura, mas ainda assim quando to de folga sinto saudade.
Aqui é minha nova vida, onde estou me estruturando, formando a minha base, criando minhas raizes e plantando meus conhecimentos pra colhe-los. Aqui é onde vou virar gente! :D
Aqui é de onde eu escrevo agora! :D Aqui é barbaro. Eu me sinto bem aqui *-*
Isso é, se ninguem me irritar e eu não pedir as contas, claro =)
Atualização bobinha... só pra atualizar, em breve eu escrevo algo reealmente interessante :D
bjbjbj
Web Analytics