29 de jun de 2011

Do rah que não precisa


Eu não preciso!!

Eu não preciso do seu consentimento, da sua benção, do seu sorriso. Eu não preciso da sua grana ou do seu olhar positivo, não preciso da sua cabeça concordando com meus atos ou da sua expressão de felicidade! EU NÃO PRECISO!


Eu não preciso dizer que sou gente, não preciso dizer que sinto o porque sinto e quanto sinto. Não preciso provar o quanto gosto nem o quanto detesto. Não preciso do seu sorriso me encantando e dizendo que sou digno da sua atenção e nem do seu olhar atravessado querendo demonstrar desdenho! Eu não preciso. Não preciso ser marcado em seu álbum de fotos ou ter um sobrenome bonito. Não preciso ter muitos contatos nem muitos álbuns publicados. Não preciso sair todo final de semana e nem conhecer toda a galera. Se quer saber... não preciso nem de uma galera!

Eu não preciso dos seus convites para os melhores roles nem das suas conversas pelo MSN quando ele está cheio, não preciso da sua atenção forçada nem da sua amizade que é relâmpago e vai e volta. Não preciso do seu abraço de oi, muito menos a sua acenada de tchau, não preciso nem te conhecer. Não preciso que achem minha roupa cara ou meu sapato sujo, não preciso que me avisem se meu cabelo ta espanado ou ta oleoso, não preciso mesmo!

Eu não preciso de muitas coisas e ficaria aqui durante horas listando-as. O que eu preciso está em mim não está nos outros, oque me faz bem está em mim, o que me torna eu, o que me faz capaz, o que me trouxe até aqui e o que me levará até onde quero não depende de ninguém, depende exclusivamente de mim

A cada dia que passo percebo o quanto eu estou só, o quanto eu sorrio pra mim mesmo e o quanto eu reclamo pra mim mesmo, o quanto eu quero e o quanto me proporcionam, o quanto eu dou e o quanto eu recebo. A cada dia que passa eu ‘ me toco’ e mudo uma coisinha

O tempo passa e eu não mudo. É. Eu penso que mudo mas me engano, é bobagem eu sou sempre o mesmo, nada muda, só os cenários e as circunstancias, a vida me mostra que não vou nunca mudar e fazer a simpática com quem de fato eu não vou com a cara e que jamais vou conseguir perdoar alguém que me menosprezou. Me mostra que eu vou sempre querer uma pessoa e que não importa o quanto ela não me queira, eu a desejarei. Me mostra que eu sempre vou querer casar e que não importa o quanto eu conheça canalhas, a minha vontade se manterá! Me mostra que eu sempre vou sonhar com o retorno de muitas fases e de muitas pessoas e sei que isso jamais acontecerá, mas não deixarei de recordar e desejar isso. A vida me mostra... É a vida me mostra que sou um esperto! Que faço as provas com gabarito, que quero sabendo que não posso, que vou sabendo que está fechado, que compro sabendo que não vai caber...


Foi o que me veio a cabeça e em 10 minutos eu escrevi! (:

PS : Não sou um filho da puta que só fala merda e não gosta de todo mundo ! Preciso que entendam o significado da mensagem e não só leiam as frases  cruas como se fossem para alguém!  Odeio gente burra hein..



 
1Bjo do rah! =)

13 de jun de 2011

Namorar = Fazer média



É! Lógico que não generalizo, mas coincidentemente 90% das pessoas que eu conheço que namoram FAZEM UMA PUTA MÉDIA! Engolem centenas de sapos, assopram 5 sacos por dia pra passar a raiva, mordem a bunda 13 vezes de ciúmes, assinam todos os pacotes promocionais de torpedo e voz só pra amenizar a puta desconfiança de que é galhudo.  Ah puta merda !

Tem também aqueles casais perfeitos que vivem no fantástico mundo da relação eterna. Não saem separados, não curtem uma boa festa de amigos, não ficam até muito tarde na rua - mas podem ficar na internet.... no chat do UOL, ou em qualquer outro, claro, se estiver conectado ao MSN paparicando o par e com um sub Nick fofo  – fora as centenas de limitações impostas por um livro de regras que o relacionamento deve seguir, uma chatice do caralho

O dia dos namorados passou e para a minha não surpresa as pessoas que namoram e que eu conheço mantiveram a sua pacata e sofrida vida chata, sem nada demais, um passeiozinho a dois, com direito a um almoço mais caro e algumas declarações manjadas de amor, dizendo o quanto é booom ter você comiiigo, e pensando, mas que boom que não moramos juntos porque eu detesto sua falta de organização ... Imagino quantos desses não pensaram na volta pra casa o quanto foi normal e o quanto é sem sal essa vidinha a dois... Ok, não vou apedrejar tanto, afinal, no frio, é conveniente alguém por perto para abraçar, mas se você economizar um pouquinho aqui, um pouquinho ali você compra um bom casaco pra não passar frio e tudo se resolve \o/ Dica

As vezes vejo o namoro banalizado, os casais se formam, os sentimentos brotam da pedra e a historia tem meia pagina do Word. Namorar é fazer média.

Sim, digo fazer média porque para mim, abrir mão de coisas, suportar tantas outras, se irritar, desconfiar, brigar, diminuir e cortar pela metade o seu circulo social e as oportunidades de se divertir que a vida proporciona é fazer média. Fazer média para aquele amigo que não tem namorado, fazer média pra amiga que baba no seu boy, fazer média praquele primo invejoso que sempre foi mal amado.. Mas você nããão! O seu namorado te mandou um depoimento no Orkut, comprou uma meia de dedinhos e te ligou com o bônus da oi pra te desejar feliz dia dos namorados e  vocês se amam taaaanto! Claro que é bastante superficial e não importa riqueza material, as intenções sempre são valorizadas mas infelizmente na maioria das vezes foi simples porque tudo não passa de média... E eu diria mais, tudo não passa de uma fachada!

É, fachada... fotinhos, frufruzinhos, musiquinhas, letrinhas no Orkut, imimimimi, tudo fachada de uma relação que é uma bela bosta, uma relação morna, com direito a um rolezinho no shopping no final de semana e uma trepada no motel a cada 15 dias, uma aliança da avon e um status em todas as redes sociais anunciando que você nãããão é sozinho JAMAIS.

Ora, se isto é namorar vou morrer sozinho. Namorar vai além para mim, eu diria que o termo namorar, no meu vocabulário significa algo tão valioso quando o casar. Juntar vidas, obrigações, juntar realizações e decepções também, namorar é viver em união, independente de morar junto, namorar não é só gastar o bônus pra ficar patrulhando mas sim ligar do fixo ou do telefone do escritório pra saber se ele já almoçou, ou se já terminou aquela tarefa complicada, namorar é se empenhar para casar, para viver junto, não é namorar 1, 2, 3 anos e manter a mesma relação medíocre. Namorar exige certeza, certeza de que é esta a pessoa que você vai passar muito tempo da sua vida com ela e que é ela que vai carregar seu sobrenome. Namorar é o estagio para os maridos e mulheres, onde o único objetivo é unir as forças, aprimorar os sentimentos e se esforçar, pra casar e virar gente, ser um casal, diferente desta palhaçada que muitos fazem e nomeiam de namoro. Desculpa, mas ter alguém com quem conversar de vez em quando, sair de vez em quando, ter umas conversas mais sinceras e francas e gostar dela, mas, se manter nesta vidinha  durante anos, não é namorar, é fazer média

Era isso o que eu queria comentar sobre o dia dos namorados ou dos feitores de média! (:

E para que eu não fique tãããão ativista dos solteiros e antinamoros vejam eeeste texto AQUI, e entendam que a minha aversão não é sobre os namoros concretos, com uma historia e um objetivo, mas sim sobre os namoros que só tem passado e presente, mas o futuro fica a deus dará, sem objetivo de evolução mas cheio das desculpas pra não faze-lo

1beijo do rah! (:

E feliz dia dos solteiros! (: já que o dia dos namorados para nós, foi feriado!

11 de jun de 2011

Todo mundo espera alguma coisa de um sábado à noite


Eu não!




É... eu não espero nada de um sábado a noite, eu não espero sair, dançar, rir, ver amigos, paqueirar, eu não espero nada disso, alias... Tão vazio este trecho da musica não? Esperar algo de um sábado a noite me soa como depender de um dia não trabalhado para se divertir, extravasar, SER FELIZ

Oras, mas preciso do sábado a noite para ser feliz? Será mesmo que o ambiente cheio de luzes e fumaça a musica alta e a grande quantidade de pessoas bonitas é o que eu posso almejar e ter como ‘bem-estar’? Bem estar este, que estoura limites de cartão de crédito, te faz beber demais e falar o que não deve, fazer o imprudente, bem estar este, que acaba, quando você vê alguém que é afim, atracado com outro, bem estar este, que faz ver a pessoa que você é afim, usar drogas, não dar a minima pra você, ou simplesmente agir como um babaca, quantos sábados a noite não resultam em um domingo doloroso, tanto fisicamente quanto moralmente ?!

O intuito deste post não é falar mal das baladas ou dos baladeiros, jamais!  Até porque, quem me conhece bem, já teve a oportunidade de me ver em baladas, bebendo e dançando muito! Inclusive, aqui no blog, eu me atrevi a escrever sobre uma das minhas baladas mais polemicas e marcantes! [aqui]

O intuito é refletir sobre o impacto desta frase e de quem a lê e se ilude, essas frases pró sábado a noite que começam a serem soltas no fim da quinta-feira e no começo da sexta.. “ Ah o sábado está chegando...”
É... Fazem dias que eu não anseio pelo sábado, acredito que ultimamente meus anseios acontecem pela próxima semana, ou pelo próximo mês... Eu não espero alguma coisa de UM sábado a noite, mas sim de vários sábados, e não só a noite, mas sim o dia inteiro, besta né? Tudo bem, é só uma frase, dita da boca pra fora, quase que uma forma de se expressar... Não preciso levar taanto ao pé da letra. Mas em alguns casos não! Em alguns casos o sábado a noite é a religião, o domingo de manhã é o inevitável detestável e a segunda é o choque de realidade, o martírio... Que vida dura né?

Hoje, navegando pelos perfis dos baladeiros e festeiros de plantão, que ‘só são felizes’ no sábado a noite, noto um vazio...Uma ‘modernidade’ que eu não quero pra mim, afinal, que vida chata é esta que eu preciso que chegue o sábado e a noite, para me divertir? Sim, porque o sábado a tarde serve pra que? Ah, pra dormir... Afinal fiz hora extra na sexta pra pagar algumas horinhas de descanso a mais na segunda. Ahauahauahuaa comédia! Burro e sem lógica.

Sei lá viu, me deu esta vontade de dizer sobre o sábado a noite, porque é sábado a noite e meu condomínio começa a cheirar perfumes fortes, os carros na avenida se intensificam, todo mundo bonito... roupinha nova! Engraçado de ver, realmente, percebo que a minha forma de pensar sobre muita coisa é bem atípica. Para a massa, é natural ter uma semana infernal e um sábado a noite divertido. Para mim, mais uma vez NÃO! A qualidade de vida reflete todos os minutos e segundos em que estamos acordados, qualidade de vida é você lutar muito para ter um emprego que não seja infernal e que não consuma todo o seu tempo, qualidade de vida, é você poder sair na quarta feira tomar um drink – e eu, nas minhas épocas de mauricinho dizia para uma amiga “ bixa fina sái de segunda...” – Qualidade de vida, satisfação, prazer, vai além de um sábado a noite pro Ramon... Que merda! Não gostei do texto :~~

Quero que pensem sobre os anseios e os hobbys que vocês tem, será mesmo que trabalhar uma semana inteirinha pra chegar no sábado se acabar na buaty te faz feliz? Te deixa mais ‘leve’? Será mesmo que o seu cargo baixo, a sua formação básica e seu guarda roupa vazio, somem, desaparecem da sua vida, quando você pega uma comanda de balada e se entrega à musica alta?! Fora os problemas na sua casa, com amigos, contas, obrigações... Eu acho que um sábado a noite não é tão poderoso assim.

Certamente, deste sábado a noite eu esperava um texto mais bem elaborado...  - - Bom, até meia noite, ainda é sábado e ainda é a noite! -



- Layout novo!  Comentem algo... As visitas aumentam pra caramba! Mas os comentários continuam tão escassos :/

1beijo do rah

10 de jun de 2011

Dos filmes que o rah A DO RA Parte2



- Clique AQUI  para ver a Parte1 :)



The Queen – A Rainha – Inglaterra 2006 (no Brasil 2007)
O filme relata os acontecimentos reais do dia em que a princesa Diana morreu, no acidente de carro, onde a Rainha não entende a reação emocional dos seus súditos. Para nós, aqui do Brasil, pouca coisa chegou, mas o filme mostra direitinho, qual era a relação da princesa rebelde com a monarca tradicional, inclusive denuncias e suspeitas de que a morte da princesa, não foi acidental... O filme também retrata, a eleição de Tony Blair, como primeiro ministro, eleito pelo voto direto dos súditos. O que também deixa muito interessante o filme e ensina um pouco da cultura britânica, já que durante anos, a rainha governou o pais sem um ‘politico eleito’ e naquele ano, um revolucionário rebelde, era eleito pelos próprios súditos, para a função de ‘aconselhar’ a rainha nas decisões. A historia se desenvolve muito bem! É possível entender muito da função e dos protocolos da família real! O filme é muito inteligente e enriquece muito o conhecimento sobre a monarquia mais famosa do mundo! É classificado como um Drama, mas eu o classificaria como um documentário. É interessante mesmo os cerimoniais e protocolos da família real tanto publicamente quanto na privacidade do castelo! Não encontrei trailer em português nem legendado, mas encontrei um vídeo de quase 2 minutos com algumas imagens e comentários sobre!

Vídeo AQUI



 Hairspsray Em busca da fama – Estados Unidos 2007
É um musical! Ele acontece no ano de 1962 em uma cidadezinha satélite de Whashington DC chamada Baltimore. Na época a ditadura da beleza reinava, os topetes altos, as calças justas e cintura alta eram a febre, o racismo e o preconceito contra os diferentes também era um problema a se enfrentar. Na época os negros só tinham direito a aparecer na TV durante uma hora apenas uma vez na semana. Os gordinhos e gordinhas, eram excluídos de todas as grandes atividades da cidade, que girava em torno de um programa musical, onde adolescentes dançavam e concorriam a um premio de ‘melhor dançarino’ e fora isto, tinham a oportunidade de dançar com o galã da cidade, Link, interpretado pelo Zac Efron. No desenrolar da historia, uma gordinha, bem ‘zoadinha’ decide se unir aos negros que mandam bem a bessa na dança, e juntos, se inscrevem no concurso de dança da cidade... Daí começa a trama muito divertida e cantante! O elenco é de ponta, Queen Latifah como a líder do movimento negro, John Travolta, como a mãe da gordinha principal e que também era uma ‘gordona’ viciada em remédios de emagrecer dentre outras caras conhecidas! O musical é tão famoso, que antes de virar filme, já lotava as platéias da Broadway e após ser lançado como filme no Brasil, virou peça aqui também, que inclusive foi interpretada pelo Edson Celulari no papel do John Travolta... Também foi lançado um CD com todas as faixas que tocam no filme!  A historia passa uma reflexão muito gostosa de se ver, e quebra tabus, também consegue por pra cima, a alta estima dos ‘diferentes’. O trailer é uma delicia de assistir e consegue passar direitinho a idéia do filme com as imagens! Confiram! :D 

Trailer AQUI


Rota Comando – Nacional 2009
O filme é bom! É bom pra quem não é hipócrita ou sensacionalista e se interessa em saber não só como é a vidinha de dentro de casa, mas sim a vida das ruas. Não é um documentário, daqueles que o repórter fica na viatura e eles vão caçar nóia na rua. O filme tem atores e atrizes, roteiro e cenas bem fortes. A historia relata casos reais, e aborda os ataques sofridos no estado de São Paulo pelo PCC em 2006. É muito interessante, dá raiva, medo, dá até uma sensação de alivio, por termos casa, lar, juízo, emprego... Na historia, acompanhamos bons policiais da Rota, que deixam sua família, mães, irmãos, mulher e  filhos em casa para servir e defender uma população ingrata, e também os policias  mais espertos, digamos assim... Acompanhamos a evolução de um criminoso falido, com uma faquinha e uma trouxinha de maconha até o auge do traficante que anda com metralhadora. Sem politicagem ou sem apologia a policia militar o filme é cru! Não tem grandes efeitos especiais e os tapas não são ‘artificiais’ é um filme bem rústico mas muito rico nos detalhes e na verdade, muitas cenas foram gravadas internamente, no quartel da Rota, pois o filme teve o apoio da coorporação. Para quem não se interessa só por filmezinhos bonitinhos, ou os grandes títulos de ficção cientifica ultra nonsense, sem duvida, vai gostar bastante de RotaComando! Assistam pelo menos o Trailer! Logo abaixo.
  
Trailer AQUI



 

Verônica – Nacional 2008
Puts!É o tipo de filme nacional que deixa muita ação americana no chinelo!! É a historia de uma professora do primário, carioca, que está farta da sala de aula superlotada e a de um aluno, marrento que mora na periferia do rio, mas que tem consigo um pertence, deixado pelo seu pai que foi executado em casa junto com a sua mãe. A adrenalina é usada e abusada no filme! A historia é muito bem montada, a professora, interpretada pela Andrea Beltrão consegue no semblante nos envolver com cada cena e cada apuro passado por ela e pelo seu aluno. É um filme divertido, realista e triste! Triste pela quantidade de alunos sem pais e pela quantidade de Verônicas, que não temos pelo Brasil adentro, que lutam pra sobreviver morando nas periferias e nos bairros mais carentes. O trailer deixa qualquer desinteressado, com vontade de ver o resto da historia que é um rolo só, nem eu, na hora de escrever isso aqui, consegui organizar. Vejam! :D

Trailer AQUI 


Super SizeMe A dieta do palhaço – Estados Unidos 2004
É um documentário muito interessante de um homem super saudável, que decide seguir a dieta americana de comer no Mcdonalds. A regra é, só se alimentar de Mcdonalds durante 1 mês, sendo 3 refeições diárias e que se ofertado um tamanho maior, seja no refri, batata ou lanche, ele tem por obrigação de aceitar! O documentário, não visa revelar os malefícios de se alimentar na lanchonete, mas sim o monopólio da lanchonete, nos Estados Unidos, também aborda assuntos relacionados ao marketing da empresa, ações que a empresa promove, com o intuito de viciar ainda mais os seus clientes, é um dossiê sobre o Mcdonalds bastante interessante! Em um trecho bem marcante, em uma escola primaria, ele mostra duas fotos para um menino de uns 7 anos, uma era a de Jesus Cristo e a outra a de Ronald Mcdonald. Adivinha qual o garoto soube dizer quem é, e qual o garoto disse não conhecer?! Não encontrei Trailler, só alguns vídeos no Youtube de alguns trechos do documentário! Vale a pena assistir, não é uma lavagem cerebral nem um filme chato que prega a exterminação do Mcdonalds.


É isso! (: Como havia prometido, a segunda parte dos filmes que mais gosto! Procurei juntar aqui, filmes que só não agradavam o meu gosto mas sim que ajudassem na evolução do pensar e na nossa própria reflexão. Claro que faltam títulos mais famosos, como O Diabo Veste Prada que é muuito bom de se ver, mas que no meu ponto de vista, não enriquece nossa cultura e nem nos faz ‘botar a mão na consciência’ Espero que tenham gostado!

Aos que costumam ler sempre, meu muito obrigado! Recomendem, me ajudem a divulgar, mostrem para os seus amigos... Enfim!  Aos visitantes novos, sejam bem vindos! Eu sempre posto alguma coisinha, ou sobre meu dia, meu gosto estranho :D

Não esqueçam de responder à pesquisa que está na barra da direita se você é meu conhecido ou não! E cadastrem seus e mails no alerta!( também na barra da direita ) Sejam Modernos 8)

Beeijo do rah! (: .

5 de jun de 2011

Do rah que deixa pra lá...


Porque a vida se encarrega de brigar por mim :)





 Seja no trabalho, em casa ou no meu minúsculo circulo social... Sempre deixo pra lá. Quantas vezes não fui maltratado, julgado ou até mal falado por aí, e minha única reação foi sentar e assistir do melhor lugar as conseqüências dos outros... Quantas vezes não fui leal, fiel, atencioso e em troca recebi esmolas de tempo e consideração zero? Quanto eu não tirei de mim, do meu tempo, dos meus conhecimentos, do meu bem estar para proporcionar aos outros qualquer coisa que me era pedido e quando fui ver, lá estavam todos, com o objetivo final alcançado, se vangloriando e colhendo frutos de vitória graças ao meu esforço! E eu, de fora, excluso...

Quantos créditos de celular eu não gastei e quantas vezes deixei de dar atenção a pessoas só para me concentrar em dar uma palavra amiga e um conselho sábio...

Deixo pra lá, quando vejo que hoje não passei de um Zé alguém, de uma catapulta ou até de uma agenda cheia dos contatos valiosos, deixo pra lá, quando noto que se esforçam em fingir que gostam, quando na verdade, só não querem declarar a guerra, deixo pra lá quando chega o final de semana e preciso ficar em casa a toa, porque fui ingênuo e preservei poucas companhias e estas poucas hoje viraram decepção e insignificância... 

Deixo pra lá sempre e não é a toa, deixo pra lá, porque é de passado que se faz historia, que se faz futuro, e o meu passado é intocável, deixo pra lá porque cresci e aprendi que nunca valerá a pena e que a vida se encarregará de ensinar, e ela, ela sim, sabe jogar na cara muito bem todos os seus erros do passado e fazer com que você se arrependa por cada um deles. Deixo pra lá porque não preciso, porque não me faz falta algo que não foi de verdade, que não foi inteiro, deixo pra lá porque sei o meu valor e ele é grande. Deixo pra lá, porque prefiro garantir o meu caráter a garantir boas risadas ou bons passeios, porque prefiro garantir ficar de bem com a minha consciência do que ter um circulo social agitado e cheio de lixo. Lixo, não no sentido fedido ou nojento, mas no sentido de descartável, insignificante, inútil... Lixo, que não serve pra nada, que as vezes é suportável deixar em um canto por preguiça de levar na lixeira, mas um dia você toma vergonha na cara e joga fora. Lixo que você pode até ter um valor sentimental nele, ter uma certa dó em descartar, pelos momentos bacanas e pelas lembranças que você tem , mas você sabe que não passa de lixo. E quando você joga fora este lixo, nunca mais compra um igual.

 Eu joguei todos os meus lixos fora, os mais bonitos, os mais fofos, os que me prejudicavam, até os que não cheiravam forte, mas ocupavam espaço. Me surpreendi, porque ao separar o lixo e jogar fora, percebi que tudo ficou espaçoso, espaçoso demais, praticamente tudo o que ocupava o espaço era lixo... Pois bem... paciência! Hoje me encontro nesta fase, cheia de espaço para novas pessoas, novos seres. E dos lixos que descartei, deixo que a vida faça o processo de reciclagem, deixo que a vida se encarregue de separar a garrafa pet do vidro, a agulha infectada, do papelão e cada lixo tomará o rumo que merecer, as pets, poderão virar um lindo artesanato se bem conservada se manter,diferente dos lixos mais pesados ....

(:

Não se esqueçam de responder a enquete a esquerda !  
Bjbj
Web Analytics