23 de dez de 2011

2011





Já dizem os ditos manjados de velhos idiotas : "A vida é dura ... Rapadura é doce mas não é mole não... É a vida..." blablablabla

É verdade... a vida é difícil mesmo, eu que o diga! Tudo na minha vida tende a ser difícil, tudo o que eu preciso, quero, faço, invento, tento idealizar é uma missão complexa, cheia de planos  que no começo são muito bem arquitetados, projetos firmes com direito a combinações perfeitas mas que na hora de construir, recebem um material tão frágil quanto a areia, que com um ventinho de nada destrói toda essa obra...


15 de dez de 2011

Ódio-rancor-ira-mágoa&Associados


O ódio, a ira, a raiva, a magoa, o rancor e todos aqueles sentimentos que todos sentem, muitos o regam mais poucos tem a coragem e a sinceridade de dizer que sentem, eu sinto todos esses e mais alguns! Aliás, muitos alguns...Basta ver uma foto, ler um comentário, bater o olho em uma atualização ou encontrar alguém por acaso no meio do caminho de volta pra casa, não tem jeito! Os sentimentos ditos ‘ruins’ estão presentes em nossas vidas e sempre estarão. Eu pelo menos faço questão de todos...

16 de nov de 2011

Os objetivos nos tornam falhos...




É engraçado como o objetivo de todos é ser feliz sentimentalmente... É como ser milionário, diria que mais até... Analisando a minha vida observo o quanto isso é importante pra mim e o quanto isso me fez ser desesperado e me trouxe péssimas experiências...  Quero mudar meus objetivos, preciso...  A vida não pode girar em torno de outro... Aliás, em um texto meu eu disse que acordava sorrindo, ia ao shopping sozinho e sorrindo, tudo isso porque dependia unicamente de mim... As vezes eu saio desta linha de raciocínio... acredito em falsas boas intenções, me faço de besta e balanço a cabeça concordando cegamente, mas minha kilometragem antiga já tem certeza que não...


2 de nov de 2011

Amar não basta.





Eu, aqui, escrevi bastante sobre o amor... Falei do meu, do de outros, falei da banalização, do valor do amor e da falta dele também, critiquei, desabafei, disse muito sobre esse sentimento que tantos acreditam sentir mas pouco se tem e se conhece. Agora, quero expor minha visão de amorXrelacionamento...

11 de out de 2011

Se recordar é viver, vou viver pra sempre então.


- Porque sempre recordarei de muita coisa.




Sempre disse a todos para que aproveitem os momentos, guardem as lembranças e suguem o Maximo possível das experiencias negativas, como se fossem positivas... Minha vida é cheia de recordações, vivo numa enorme lembrança... Momentos difíceis que recordo para valorizar o presente, momentos errados que recordo para ser sábio e não errar mais...

12 de set de 2011

A pessoa mais importante na minha vida: Eu

E tá muito bom!




Este ano tem sido um ano diferente... muito tem acontecido no sentido de abrir meus olhos e me ensinar mais sobre o precisar e o depender dos outros, sobre o plantar e colher e sobre as grandes e complicadas voltas que a vida dá.

Muito eu aproveitei e posso afirmar que mesmo com tanta coisa aparentemente negativa acontecendo, consegui lapidar a positividade da minha evolução... Sempre fui alguém único, ser humano no singular, menino sozinho, com meu cartão no bolso, minhas chaves no outro e meu celular na mão posso chegar onde eu quiser, dependendo unicamente das minhas pernas... Sou sem horários, sem regras, sem explicações, sou sem barreiras, ou construtor de varias se forem necessárias, sou independente, ando só, no meu ritmo, no meu passo, com o meu caminho.

Isso me levará onde eu quiser ir, onde eu precisar ir, nunca vou agradar muitos, sempre a minoria, nunca vou me fantasiar pra ganhar um sorriso, nunca quero fazer questão de um. Felicidade pra mim é poder acordar um dia qualquer e se sentir bem porque eu estou bem, e não porque estou em uma posição de destaque ou porque meu namorado é um boy magia... Felicidade é passar os melhores momentos da minha vida em frente a TV, assistindo um programa que me agrade e rindo dele... Ou em um dia no shopping, passeando sem tempo com grandes sacolas encostado as vitrines achando bonito e botando defeito... Felicidade é não depender de alguém, é não precisar da solidariedade ou da gentileza de tantos, felicidade é ter o nariz em pé e a cara mais ainda, porque não se precisa de um filho da puta pra alegrar o seu dia ou fazer daquele ambiente mais agradável, eu sou feliz.

Falem, olhem torto, resmunguem, cochichem, torçam o nariz, sejam irônicos de propósito, ou disfarcem, não gostem de mim, me detestem, não sintam falta e me coloquem na lista dos indiferentes ou simplesmente se mordam, como sugere a foto (:  sabe... Isso jamais fará diferença no meu modo de viver, ainda assim eu continuarei a minha caminhada com as minhas pernas, meus cartões e a sabedoria que ao longo dos meus breves 19 anos pude adquirir.

Amizade pra mim é algo raro, coleguismo é educação, simpatia é opção, gentileza é necessário mas não regra, o Ramon vê a vida de uma maneira estratégica, não pode desperdiçar da sua amizade pra alguém digna de ua simpatia e também jamais dará a um amigo o simples e educado coleguismo.

Importante este ano, demais... Tem sido um ano pra afirmar o quanto eu posso ser uma pessoa de sucesso com esta minha linha de raciocínio... É gratificante você poder abrir as portas da amizade pra alguém que no passado era digna de uma breve gentileza e ouvir que o Ramon que saem pintando por ai, nas coxias, nos bastidores, nos camarins, o Ramon que saem sujando pelos chats afora não existe e que basta um gesto de amizade e compaixão pra descobrir que o Ramon de verdade é muito melhor e muito diferente do que saem latindo por ai... Como falaram “ Nossa, mas você é incrível, não entendo... “ Sempre será assim, sou o tipo de pessoa que até morrer terá seus inimigos mortais e a galera que o acompanha nas suas missões de mocinho para fazer o bem, desde que me conheço por gente tenho experiencias deste tom e não reclamo... Porque eu prefiro que me conheçam para descobrir o quão bom eu sou ao invés de ser vendido a preço de popularidade e simpatia para ser conhecido e se tornar uma grande decepção.

Do meu lado tenho espaço para dezenas de queridos, mas ser querido hoje em dia é tarefa para poucos.

16 de ago de 2011

Do rah que é um só.






Oie! :D

Nossa! Quaaaanto tempo! Caramba... Vou tentar retomar isso aqui!

Vamos lá!

Desde a ultima atualização minha vida virou de cabeça para baixo. Eu pude me decepcionar com muita gente e muitas coisas e pude aprender também, que no mundo da civilização um dia você ta por cima e outro você esta por baixo e que sim, necessariamente pra você estar por cima você precisará por a baixo alguém. Me encantei e me desencantei, ri, chorei, nem durmi, falei horas, sonhei, me iludi, me desiludi, deixei de fazer questão, fiz questão, me esforcei, me fiz de indiferente, me desvalorizei, acordei! Aqui estou, inteiro, de volta, feliz!

É engraçado eu passar por tudo isso e não ter um relacionamento conturbado como papel principal, de longe minhas decepções e desgostos não são provenientes de um boy, mas sim de amigos, conhecidos, lugares, profissionais! Estou livre, me sinto cheio, mas cheio no sentido de estar completo, acordo e leio algumas atualizações e sinto a doce sensação da indiferença, torço por muita gente, quero muitos bem, mas não me dou ao luxo de ser chutado e continuar abraçando.

Sou maduro, sou vivido, meu coração é cheio de cicatrizes e por isso tem a pele grossa, é difícil de tocar, difícil de ferir novamente, sou um grande menino encostado em algumas limitações impostas por mim, sou tão grande que ser pequeno é tarefa difícil, e quase sempre quero ser tão pequeno, que por ser grande fico apertado e desconfortável!

Eu amo a minha vida e eu sou feliz. Hoje, encostado no balcão do habibs, aguardando meu litro de suco de laranja e meus dois lanches falei em voz alta : Eu sou feliz. Sim! Sou feliz porque sou um puta de um chato do caralho, moleque briguento que ninguém gosta, sou feliz porque eu deleto quem não me trata bem ou quem me tem só por ter, sou feliz porque não faço média e empino o meu nariz e saio andando! Sou feliz porque não tenho ninguém por perto quando preciso mas me orgulho de ser autosuficiente e competente pra enxugar minhas próprias lagrimas. Sou feliz porque das grandes amizades que tive, dispensei a grande maioria por motivos banais e fúteis, mas que me incomodavam e não me arrependo! Sou feliz porque sei selecionar o que é e o que foi bom pra mim. Sou feliz porque acordo e meus dias tem sido dias de caçador, mato um leão por dia e a noite ainda corro dos tigres, mas to inteiro, to vivo e to feliz!

Percebo que hoje em dia muitos vivem no plural, muitos vivem em grande quantidade, muitas festas, muitas baladas, muitos amigos, muitos encontros, muitos contatos, muitas cutucadas, muito muito! Viver na singularidade é fantástico e diria que é uma arte para poucos. Aprendam a se conhecer e a depender sómente de si, aprendam a chorar sozinho e rir sozinho também, sejam egoístas e aproveitem o Maximo das experiências que a vida está dando, mesmo as ruins! Viva tudo até o fim, amargue na tristeza da decepção até ela passar sozinha, se afogue no rio do egocentrismo quando alguém fala o seu nome em voz alta no meio de uma multidão sozinho e se rasgue de recalque quando você for esquecido, passe por tudo isso SÓ. É experiência, é viver, é existir. Eu prego sim a individualidade porque qualidade de vida é você se ver diante de diversos problemas e poder resolve-los sem precisar da boa vontade dos outros, esse é o jeito Rah de ser!

1bjo do rah :D

29 de jun de 2011

Do rah que não precisa


Eu não preciso!!

Eu não preciso do seu consentimento, da sua benção, do seu sorriso. Eu não preciso da sua grana ou do seu olhar positivo, não preciso da sua cabeça concordando com meus atos ou da sua expressão de felicidade! EU NÃO PRECISO!


Eu não preciso dizer que sou gente, não preciso dizer que sinto o porque sinto e quanto sinto. Não preciso provar o quanto gosto nem o quanto detesto. Não preciso do seu sorriso me encantando e dizendo que sou digno da sua atenção e nem do seu olhar atravessado querendo demonstrar desdenho! Eu não preciso. Não preciso ser marcado em seu álbum de fotos ou ter um sobrenome bonito. Não preciso ter muitos contatos nem muitos álbuns publicados. Não preciso sair todo final de semana e nem conhecer toda a galera. Se quer saber... não preciso nem de uma galera!

Eu não preciso dos seus convites para os melhores roles nem das suas conversas pelo MSN quando ele está cheio, não preciso da sua atenção forçada nem da sua amizade que é relâmpago e vai e volta. Não preciso do seu abraço de oi, muito menos a sua acenada de tchau, não preciso nem te conhecer. Não preciso que achem minha roupa cara ou meu sapato sujo, não preciso que me avisem se meu cabelo ta espanado ou ta oleoso, não preciso mesmo!

Eu não preciso de muitas coisas e ficaria aqui durante horas listando-as. O que eu preciso está em mim não está nos outros, oque me faz bem está em mim, o que me torna eu, o que me faz capaz, o que me trouxe até aqui e o que me levará até onde quero não depende de ninguém, depende exclusivamente de mim

A cada dia que passo percebo o quanto eu estou só, o quanto eu sorrio pra mim mesmo e o quanto eu reclamo pra mim mesmo, o quanto eu quero e o quanto me proporcionam, o quanto eu dou e o quanto eu recebo. A cada dia que passa eu ‘ me toco’ e mudo uma coisinha

O tempo passa e eu não mudo. É. Eu penso que mudo mas me engano, é bobagem eu sou sempre o mesmo, nada muda, só os cenários e as circunstancias, a vida me mostra que não vou nunca mudar e fazer a simpática com quem de fato eu não vou com a cara e que jamais vou conseguir perdoar alguém que me menosprezou. Me mostra que eu vou sempre querer uma pessoa e que não importa o quanto ela não me queira, eu a desejarei. Me mostra que eu sempre vou querer casar e que não importa o quanto eu conheça canalhas, a minha vontade se manterá! Me mostra que eu sempre vou sonhar com o retorno de muitas fases e de muitas pessoas e sei que isso jamais acontecerá, mas não deixarei de recordar e desejar isso. A vida me mostra... É a vida me mostra que sou um esperto! Que faço as provas com gabarito, que quero sabendo que não posso, que vou sabendo que está fechado, que compro sabendo que não vai caber...


Foi o que me veio a cabeça e em 10 minutos eu escrevi! (:

PS : Não sou um filho da puta que só fala merda e não gosta de todo mundo ! Preciso que entendam o significado da mensagem e não só leiam as frases  cruas como se fossem para alguém!  Odeio gente burra hein..



 
1Bjo do rah! =)

13 de jun de 2011

Namorar = Fazer média



É! Lógico que não generalizo, mas coincidentemente 90% das pessoas que eu conheço que namoram FAZEM UMA PUTA MÉDIA! Engolem centenas de sapos, assopram 5 sacos por dia pra passar a raiva, mordem a bunda 13 vezes de ciúmes, assinam todos os pacotes promocionais de torpedo e voz só pra amenizar a puta desconfiança de que é galhudo.  Ah puta merda !

Tem também aqueles casais perfeitos que vivem no fantástico mundo da relação eterna. Não saem separados, não curtem uma boa festa de amigos, não ficam até muito tarde na rua - mas podem ficar na internet.... no chat do UOL, ou em qualquer outro, claro, se estiver conectado ao MSN paparicando o par e com um sub Nick fofo  – fora as centenas de limitações impostas por um livro de regras que o relacionamento deve seguir, uma chatice do caralho

O dia dos namorados passou e para a minha não surpresa as pessoas que namoram e que eu conheço mantiveram a sua pacata e sofrida vida chata, sem nada demais, um passeiozinho a dois, com direito a um almoço mais caro e algumas declarações manjadas de amor, dizendo o quanto é booom ter você comiiigo, e pensando, mas que boom que não moramos juntos porque eu detesto sua falta de organização ... Imagino quantos desses não pensaram na volta pra casa o quanto foi normal e o quanto é sem sal essa vidinha a dois... Ok, não vou apedrejar tanto, afinal, no frio, é conveniente alguém por perto para abraçar, mas se você economizar um pouquinho aqui, um pouquinho ali você compra um bom casaco pra não passar frio e tudo se resolve \o/ Dica

As vezes vejo o namoro banalizado, os casais se formam, os sentimentos brotam da pedra e a historia tem meia pagina do Word. Namorar é fazer média.

Sim, digo fazer média porque para mim, abrir mão de coisas, suportar tantas outras, se irritar, desconfiar, brigar, diminuir e cortar pela metade o seu circulo social e as oportunidades de se divertir que a vida proporciona é fazer média. Fazer média para aquele amigo que não tem namorado, fazer média pra amiga que baba no seu boy, fazer média praquele primo invejoso que sempre foi mal amado.. Mas você nããão! O seu namorado te mandou um depoimento no Orkut, comprou uma meia de dedinhos e te ligou com o bônus da oi pra te desejar feliz dia dos namorados e  vocês se amam taaaanto! Claro que é bastante superficial e não importa riqueza material, as intenções sempre são valorizadas mas infelizmente na maioria das vezes foi simples porque tudo não passa de média... E eu diria mais, tudo não passa de uma fachada!

É, fachada... fotinhos, frufruzinhos, musiquinhas, letrinhas no Orkut, imimimimi, tudo fachada de uma relação que é uma bela bosta, uma relação morna, com direito a um rolezinho no shopping no final de semana e uma trepada no motel a cada 15 dias, uma aliança da avon e um status em todas as redes sociais anunciando que você nãããão é sozinho JAMAIS.

Ora, se isto é namorar vou morrer sozinho. Namorar vai além para mim, eu diria que o termo namorar, no meu vocabulário significa algo tão valioso quando o casar. Juntar vidas, obrigações, juntar realizações e decepções também, namorar é viver em união, independente de morar junto, namorar não é só gastar o bônus pra ficar patrulhando mas sim ligar do fixo ou do telefone do escritório pra saber se ele já almoçou, ou se já terminou aquela tarefa complicada, namorar é se empenhar para casar, para viver junto, não é namorar 1, 2, 3 anos e manter a mesma relação medíocre. Namorar exige certeza, certeza de que é esta a pessoa que você vai passar muito tempo da sua vida com ela e que é ela que vai carregar seu sobrenome. Namorar é o estagio para os maridos e mulheres, onde o único objetivo é unir as forças, aprimorar os sentimentos e se esforçar, pra casar e virar gente, ser um casal, diferente desta palhaçada que muitos fazem e nomeiam de namoro. Desculpa, mas ter alguém com quem conversar de vez em quando, sair de vez em quando, ter umas conversas mais sinceras e francas e gostar dela, mas, se manter nesta vidinha  durante anos, não é namorar, é fazer média

Era isso o que eu queria comentar sobre o dia dos namorados ou dos feitores de média! (:

E para que eu não fique tãããão ativista dos solteiros e antinamoros vejam eeeste texto AQUI, e entendam que a minha aversão não é sobre os namoros concretos, com uma historia e um objetivo, mas sim sobre os namoros que só tem passado e presente, mas o futuro fica a deus dará, sem objetivo de evolução mas cheio das desculpas pra não faze-lo

1beijo do rah! (:

E feliz dia dos solteiros! (: já que o dia dos namorados para nós, foi feriado!

11 de jun de 2011

Todo mundo espera alguma coisa de um sábado à noite


Eu não!




É... eu não espero nada de um sábado a noite, eu não espero sair, dançar, rir, ver amigos, paqueirar, eu não espero nada disso, alias... Tão vazio este trecho da musica não? Esperar algo de um sábado a noite me soa como depender de um dia não trabalhado para se divertir, extravasar, SER FELIZ

Oras, mas preciso do sábado a noite para ser feliz? Será mesmo que o ambiente cheio de luzes e fumaça a musica alta e a grande quantidade de pessoas bonitas é o que eu posso almejar e ter como ‘bem-estar’? Bem estar este, que estoura limites de cartão de crédito, te faz beber demais e falar o que não deve, fazer o imprudente, bem estar este, que acaba, quando você vê alguém que é afim, atracado com outro, bem estar este, que faz ver a pessoa que você é afim, usar drogas, não dar a minima pra você, ou simplesmente agir como um babaca, quantos sábados a noite não resultam em um domingo doloroso, tanto fisicamente quanto moralmente ?!

O intuito deste post não é falar mal das baladas ou dos baladeiros, jamais!  Até porque, quem me conhece bem, já teve a oportunidade de me ver em baladas, bebendo e dançando muito! Inclusive, aqui no blog, eu me atrevi a escrever sobre uma das minhas baladas mais polemicas e marcantes! [aqui]

O intuito é refletir sobre o impacto desta frase e de quem a lê e se ilude, essas frases pró sábado a noite que começam a serem soltas no fim da quinta-feira e no começo da sexta.. “ Ah o sábado está chegando...”
É... Fazem dias que eu não anseio pelo sábado, acredito que ultimamente meus anseios acontecem pela próxima semana, ou pelo próximo mês... Eu não espero alguma coisa de UM sábado a noite, mas sim de vários sábados, e não só a noite, mas sim o dia inteiro, besta né? Tudo bem, é só uma frase, dita da boca pra fora, quase que uma forma de se expressar... Não preciso levar taanto ao pé da letra. Mas em alguns casos não! Em alguns casos o sábado a noite é a religião, o domingo de manhã é o inevitável detestável e a segunda é o choque de realidade, o martírio... Que vida dura né?

Hoje, navegando pelos perfis dos baladeiros e festeiros de plantão, que ‘só são felizes’ no sábado a noite, noto um vazio...Uma ‘modernidade’ que eu não quero pra mim, afinal, que vida chata é esta que eu preciso que chegue o sábado e a noite, para me divertir? Sim, porque o sábado a tarde serve pra que? Ah, pra dormir... Afinal fiz hora extra na sexta pra pagar algumas horinhas de descanso a mais na segunda. Ahauahauahuaa comédia! Burro e sem lógica.

Sei lá viu, me deu esta vontade de dizer sobre o sábado a noite, porque é sábado a noite e meu condomínio começa a cheirar perfumes fortes, os carros na avenida se intensificam, todo mundo bonito... roupinha nova! Engraçado de ver, realmente, percebo que a minha forma de pensar sobre muita coisa é bem atípica. Para a massa, é natural ter uma semana infernal e um sábado a noite divertido. Para mim, mais uma vez NÃO! A qualidade de vida reflete todos os minutos e segundos em que estamos acordados, qualidade de vida é você lutar muito para ter um emprego que não seja infernal e que não consuma todo o seu tempo, qualidade de vida, é você poder sair na quarta feira tomar um drink – e eu, nas minhas épocas de mauricinho dizia para uma amiga “ bixa fina sái de segunda...” – Qualidade de vida, satisfação, prazer, vai além de um sábado a noite pro Ramon... Que merda! Não gostei do texto :~~

Quero que pensem sobre os anseios e os hobbys que vocês tem, será mesmo que trabalhar uma semana inteirinha pra chegar no sábado se acabar na buaty te faz feliz? Te deixa mais ‘leve’? Será mesmo que o seu cargo baixo, a sua formação básica e seu guarda roupa vazio, somem, desaparecem da sua vida, quando você pega uma comanda de balada e se entrega à musica alta?! Fora os problemas na sua casa, com amigos, contas, obrigações... Eu acho que um sábado a noite não é tão poderoso assim.

Certamente, deste sábado a noite eu esperava um texto mais bem elaborado...  - - Bom, até meia noite, ainda é sábado e ainda é a noite! -



- Layout novo!  Comentem algo... As visitas aumentam pra caramba! Mas os comentários continuam tão escassos :/

1beijo do rah

10 de jun de 2011

Dos filmes que o rah A DO RA Parte2



- Clique AQUI  para ver a Parte1 :)



The Queen – A Rainha – Inglaterra 2006 (no Brasil 2007)
O filme relata os acontecimentos reais do dia em que a princesa Diana morreu, no acidente de carro, onde a Rainha não entende a reação emocional dos seus súditos. Para nós, aqui do Brasil, pouca coisa chegou, mas o filme mostra direitinho, qual era a relação da princesa rebelde com a monarca tradicional, inclusive denuncias e suspeitas de que a morte da princesa, não foi acidental... O filme também retrata, a eleição de Tony Blair, como primeiro ministro, eleito pelo voto direto dos súditos. O que também deixa muito interessante o filme e ensina um pouco da cultura britânica, já que durante anos, a rainha governou o pais sem um ‘politico eleito’ e naquele ano, um revolucionário rebelde, era eleito pelos próprios súditos, para a função de ‘aconselhar’ a rainha nas decisões. A historia se desenvolve muito bem! É possível entender muito da função e dos protocolos da família real! O filme é muito inteligente e enriquece muito o conhecimento sobre a monarquia mais famosa do mundo! É classificado como um Drama, mas eu o classificaria como um documentário. É interessante mesmo os cerimoniais e protocolos da família real tanto publicamente quanto na privacidade do castelo! Não encontrei trailer em português nem legendado, mas encontrei um vídeo de quase 2 minutos com algumas imagens e comentários sobre!

Vídeo AQUI



 Hairspsray Em busca da fama – Estados Unidos 2007
É um musical! Ele acontece no ano de 1962 em uma cidadezinha satélite de Whashington DC chamada Baltimore. Na época a ditadura da beleza reinava, os topetes altos, as calças justas e cintura alta eram a febre, o racismo e o preconceito contra os diferentes também era um problema a se enfrentar. Na época os negros só tinham direito a aparecer na TV durante uma hora apenas uma vez na semana. Os gordinhos e gordinhas, eram excluídos de todas as grandes atividades da cidade, que girava em torno de um programa musical, onde adolescentes dançavam e concorriam a um premio de ‘melhor dançarino’ e fora isto, tinham a oportunidade de dançar com o galã da cidade, Link, interpretado pelo Zac Efron. No desenrolar da historia, uma gordinha, bem ‘zoadinha’ decide se unir aos negros que mandam bem a bessa na dança, e juntos, se inscrevem no concurso de dança da cidade... Daí começa a trama muito divertida e cantante! O elenco é de ponta, Queen Latifah como a líder do movimento negro, John Travolta, como a mãe da gordinha principal e que também era uma ‘gordona’ viciada em remédios de emagrecer dentre outras caras conhecidas! O musical é tão famoso, que antes de virar filme, já lotava as platéias da Broadway e após ser lançado como filme no Brasil, virou peça aqui também, que inclusive foi interpretada pelo Edson Celulari no papel do John Travolta... Também foi lançado um CD com todas as faixas que tocam no filme!  A historia passa uma reflexão muito gostosa de se ver, e quebra tabus, também consegue por pra cima, a alta estima dos ‘diferentes’. O trailer é uma delicia de assistir e consegue passar direitinho a idéia do filme com as imagens! Confiram! :D 

Trailer AQUI


Rota Comando – Nacional 2009
O filme é bom! É bom pra quem não é hipócrita ou sensacionalista e se interessa em saber não só como é a vidinha de dentro de casa, mas sim a vida das ruas. Não é um documentário, daqueles que o repórter fica na viatura e eles vão caçar nóia na rua. O filme tem atores e atrizes, roteiro e cenas bem fortes. A historia relata casos reais, e aborda os ataques sofridos no estado de São Paulo pelo PCC em 2006. É muito interessante, dá raiva, medo, dá até uma sensação de alivio, por termos casa, lar, juízo, emprego... Na historia, acompanhamos bons policiais da Rota, que deixam sua família, mães, irmãos, mulher e  filhos em casa para servir e defender uma população ingrata, e também os policias  mais espertos, digamos assim... Acompanhamos a evolução de um criminoso falido, com uma faquinha e uma trouxinha de maconha até o auge do traficante que anda com metralhadora. Sem politicagem ou sem apologia a policia militar o filme é cru! Não tem grandes efeitos especiais e os tapas não são ‘artificiais’ é um filme bem rústico mas muito rico nos detalhes e na verdade, muitas cenas foram gravadas internamente, no quartel da Rota, pois o filme teve o apoio da coorporação. Para quem não se interessa só por filmezinhos bonitinhos, ou os grandes títulos de ficção cientifica ultra nonsense, sem duvida, vai gostar bastante de RotaComando! Assistam pelo menos o Trailer! Logo abaixo.
  
Trailer AQUI



 

Verônica – Nacional 2008
Puts!É o tipo de filme nacional que deixa muita ação americana no chinelo!! É a historia de uma professora do primário, carioca, que está farta da sala de aula superlotada e a de um aluno, marrento que mora na periferia do rio, mas que tem consigo um pertence, deixado pelo seu pai que foi executado em casa junto com a sua mãe. A adrenalina é usada e abusada no filme! A historia é muito bem montada, a professora, interpretada pela Andrea Beltrão consegue no semblante nos envolver com cada cena e cada apuro passado por ela e pelo seu aluno. É um filme divertido, realista e triste! Triste pela quantidade de alunos sem pais e pela quantidade de Verônicas, que não temos pelo Brasil adentro, que lutam pra sobreviver morando nas periferias e nos bairros mais carentes. O trailer deixa qualquer desinteressado, com vontade de ver o resto da historia que é um rolo só, nem eu, na hora de escrever isso aqui, consegui organizar. Vejam! :D

Trailer AQUI 


Super SizeMe A dieta do palhaço – Estados Unidos 2004
É um documentário muito interessante de um homem super saudável, que decide seguir a dieta americana de comer no Mcdonalds. A regra é, só se alimentar de Mcdonalds durante 1 mês, sendo 3 refeições diárias e que se ofertado um tamanho maior, seja no refri, batata ou lanche, ele tem por obrigação de aceitar! O documentário, não visa revelar os malefícios de se alimentar na lanchonete, mas sim o monopólio da lanchonete, nos Estados Unidos, também aborda assuntos relacionados ao marketing da empresa, ações que a empresa promove, com o intuito de viciar ainda mais os seus clientes, é um dossiê sobre o Mcdonalds bastante interessante! Em um trecho bem marcante, em uma escola primaria, ele mostra duas fotos para um menino de uns 7 anos, uma era a de Jesus Cristo e a outra a de Ronald Mcdonald. Adivinha qual o garoto soube dizer quem é, e qual o garoto disse não conhecer?! Não encontrei Trailler, só alguns vídeos no Youtube de alguns trechos do documentário! Vale a pena assistir, não é uma lavagem cerebral nem um filme chato que prega a exterminação do Mcdonalds.


É isso! (: Como havia prometido, a segunda parte dos filmes que mais gosto! Procurei juntar aqui, filmes que só não agradavam o meu gosto mas sim que ajudassem na evolução do pensar e na nossa própria reflexão. Claro que faltam títulos mais famosos, como O Diabo Veste Prada que é muuito bom de se ver, mas que no meu ponto de vista, não enriquece nossa cultura e nem nos faz ‘botar a mão na consciência’ Espero que tenham gostado!

Aos que costumam ler sempre, meu muito obrigado! Recomendem, me ajudem a divulgar, mostrem para os seus amigos... Enfim!  Aos visitantes novos, sejam bem vindos! Eu sempre posto alguma coisinha, ou sobre meu dia, meu gosto estranho :D

Não esqueçam de responder à pesquisa que está na barra da direita se você é meu conhecido ou não! E cadastrem seus e mails no alerta!( também na barra da direita ) Sejam Modernos 8)

Beeijo do rah! (: .

5 de jun de 2011

Do rah que deixa pra lá...


Porque a vida se encarrega de brigar por mim :)





 Seja no trabalho, em casa ou no meu minúsculo circulo social... Sempre deixo pra lá. Quantas vezes não fui maltratado, julgado ou até mal falado por aí, e minha única reação foi sentar e assistir do melhor lugar as conseqüências dos outros... Quantas vezes não fui leal, fiel, atencioso e em troca recebi esmolas de tempo e consideração zero? Quanto eu não tirei de mim, do meu tempo, dos meus conhecimentos, do meu bem estar para proporcionar aos outros qualquer coisa que me era pedido e quando fui ver, lá estavam todos, com o objetivo final alcançado, se vangloriando e colhendo frutos de vitória graças ao meu esforço! E eu, de fora, excluso...

Quantos créditos de celular eu não gastei e quantas vezes deixei de dar atenção a pessoas só para me concentrar em dar uma palavra amiga e um conselho sábio...

Deixo pra lá, quando vejo que hoje não passei de um Zé alguém, de uma catapulta ou até de uma agenda cheia dos contatos valiosos, deixo pra lá, quando noto que se esforçam em fingir que gostam, quando na verdade, só não querem declarar a guerra, deixo pra lá quando chega o final de semana e preciso ficar em casa a toa, porque fui ingênuo e preservei poucas companhias e estas poucas hoje viraram decepção e insignificância... 

Deixo pra lá sempre e não é a toa, deixo pra lá, porque é de passado que se faz historia, que se faz futuro, e o meu passado é intocável, deixo pra lá porque cresci e aprendi que nunca valerá a pena e que a vida se encarregará de ensinar, e ela, ela sim, sabe jogar na cara muito bem todos os seus erros do passado e fazer com que você se arrependa por cada um deles. Deixo pra lá porque não preciso, porque não me faz falta algo que não foi de verdade, que não foi inteiro, deixo pra lá porque sei o meu valor e ele é grande. Deixo pra lá, porque prefiro garantir o meu caráter a garantir boas risadas ou bons passeios, porque prefiro garantir ficar de bem com a minha consciência do que ter um circulo social agitado e cheio de lixo. Lixo, não no sentido fedido ou nojento, mas no sentido de descartável, insignificante, inútil... Lixo, que não serve pra nada, que as vezes é suportável deixar em um canto por preguiça de levar na lixeira, mas um dia você toma vergonha na cara e joga fora. Lixo que você pode até ter um valor sentimental nele, ter uma certa dó em descartar, pelos momentos bacanas e pelas lembranças que você tem , mas você sabe que não passa de lixo. E quando você joga fora este lixo, nunca mais compra um igual.

 Eu joguei todos os meus lixos fora, os mais bonitos, os mais fofos, os que me prejudicavam, até os que não cheiravam forte, mas ocupavam espaço. Me surpreendi, porque ao separar o lixo e jogar fora, percebi que tudo ficou espaçoso, espaçoso demais, praticamente tudo o que ocupava o espaço era lixo... Pois bem... paciência! Hoje me encontro nesta fase, cheia de espaço para novas pessoas, novos seres. E dos lixos que descartei, deixo que a vida faça o processo de reciclagem, deixo que a vida se encarregue de separar a garrafa pet do vidro, a agulha infectada, do papelão e cada lixo tomará o rumo que merecer, as pets, poderão virar um lindo artesanato se bem conservada se manter,diferente dos lixos mais pesados ....

(:

Não se esqueçam de responder a enquete a esquerda !  
Bjbj

31 de mai de 2011

Das minhas características

Segue listinha; 





Não como verduras nem legumes, minha cor preferida é laranja, sou observador, faço amizade fácil, gosto de ser chamado de rah, sou consumista, mão aberta e compro as coisas pros outros quando acho que é a cara dela. Adoro política, odeio o PT, não gosto que critiquem o governo de graça, muito menos que metam o pau na policia, sendo que se o seu cu fechar de medo sua primeira atitude vai ser ligar pro 190. Só tenho amizades intensas, não sei ser pouco amigo, gosto de ter liberdade pra arrotar e ligar as 3 da manhã.Sou mandão e o perfil das pessoas que se relacionam comigo num geral é de submissos e pessoas tranqüilas. As coisas sempre resultam da maneira que eu quero, sou mimado, se não fizer oque eu quero, fico de bico. Sou leal, gosto de ajudar e ensinar.Dificilmente nego algo, sou conselheiro mas detesto ser aconselhado, falo pencas mas não tenho a mesma disposição para ouvir, falo tanto que fico com sede, gosto de comer no burguer king, geralmente almoço e janto no shopping. 

Sou viciado em comprar camisetas coloridas, não gosto de calças largas, calço 42, escolho metro e perua para entrar, sei andar na cidade, conheço todas as regiões, já trabalhei em duas empresas até hoje e no governo do estado, estudei de noite, nunca tomei advertência, nunca fui suspenso, nunca recebi bilhete no caderno, detestava dançar quadrilha, meu primeiro computador ganhei em 1995, nunca fiz aula de educação física, brincava de boneca e não gostava do Ken, chorava com o comercial da Doriana, nasci sem sobrancelha e de cesária, tive anemia com 10 anos e precisei tomar soro em pó por 1 ano, nasci com uma alergia rara no sangue, tomei vacina dos 3 aos 7 anos para sarar. Era alérgico a todos os alimentos cítricos, incluindo feijão, massas, doces e tudo que uma criança normal gostava.Moro com a minha mãe, tenho 3 irmãos, não conheço meu pai e não sou traumatizado. Falo palavrão, falo dos outros e sou mó sincero.

Nunca beijei uma mulher, perdi o BV com 12 anos, já namorei sério, já fui pra balada pra beijar muito, já sai da balada sem beijar nenhum, já gamei em meninos de balada, já enrolei pessoas na balada, já passei o numero errado, já liguei para o numero errado, já fiquei bêbado de campari, já vomitei no banheiro da balada, já dormi no metro, já passei do ponto, já tive que pedir emprestado pra pagar a comanda, já cheguei em casa e não sabia como tinha conseguido. Já peguei o ultimo metro, já peguei o primeiro, já fiquei na rua a madrugada toda, não uso o banheiro na casa dos outros, nem de outros lugares que não o meu ( nem pra xixi ), não gosto de beber água da torneira, não gosto de sair sem duas camisetas, não gosto de dormir sem meia, não uso chinelo, não uso carteira, perco dinheiro, por isso só ando com cartão, meu RG é detonado, não gosto de ter horário pra nada, como, bebo, durmo e saio a hora que quero, minha vida não é uma rotina, penso muito no futuro, me planejo com relação a contas, estudos, trabalho, o resto vivo sem muitos procedimentos. Dou segundas e terceiras chances, confio cegamente, desconfio absurdamente, me apaixono com complexidade, desgosto com facilidade, nunca digo que amo, detesto dizer que adoro, admiro muito, acredito muito em Deus, não discuto religião, não gosto do catolicismo, espiritismo e qualquer outra religião que não o cristianismo protestante. Não sou evangélico, mas acredito que seja a religião que mais ‘agrade’ o Senhor. Não acredito em santos, fadas, espíritos, gnomos, anjinhos, bruxinhas e qualquer merda parecida, embora saiba que espíritos se manifestam em corpos e fazem o mal ( macumba :B )

Detesto discutir religião e me mantenho neutro, raramente falo das minhas convicções religiosas, sou gay assumido, ando mais com heteros e mulheres, detesto pessoas no armário, não devo nada a ninguém, beijo e ando de mãos dadas em publico, não me incomodo com anti-gays, não faço questão de casar, não gosto de crianças, jamais adotaria uma, não curto animais, detesto mato, odeio praia e areia, não acamparia nem que me pagassem, sou rabujento, estressadinho, reclamão.

Sou palhaço, faço piada com tudo, conto as coisas e imito as vozes, faço caretas quando to contando algo, consigo contar a piada sem rir, não sei assobiar alto, nunca andei de patins.Me divirto vendo telejornal, gosto de sair sozinho, sou organizado e tenho mania de limpeza, sei cozinhar bem, lavar e passar, meu cabelo é muito preto, acho minha bunda grande demais e meu nariz também, não gostaria de emagrecer muito, não sei nadar e tenho tendinite. Nunca joguei futebol nem qualquer outro esporte, sei jogar xadrez, 21 , ludo, war, banco imobiliário, pife pafe, buraco, truco, paciência e colheita feliz.

Sou bom em língua portuguesa e geografia, gosto de historia, nunca entendi física química e biologia, me atrevo a entender de arte, ouço todos os tipos de musica, desde banda calypso até Pitty, gosto de filmes nacionais, não assisto ficcção nem terror, odeio Harry potter, nunca vi senhor dos anéis e jogos mortais parei no segundo.Assisto o programa Silvio santos, Hebe e o programa do Gugu, detesto pânico na TV e meu humor é ácido. Sou pobre demais pra parecer rico, mas perto da pobreza de muitos sou bastante endinheirado. To escrevendo isso a quase meia hora e mesmo assim tenho certeza que falta muita coisa. Algum dia eu faço a parte dois. Um beijo

Respondam a enquete à esquerda poor favor! (: Os numeros de visualizações estão altos, gostaria de saber se a maioria me conhece ou não! :) Brigudo







25 de mai de 2011

Dos filmes que o rah A DO RA!



Vamos a listagen dos filmes que eu assisti muitas vezes por não ter nada de melhor pra ver e virei fã, enchendo o saco de todas as pessoas proximas a mim a assistirem também!
O resumo é todo meu ta, então, lê ai e qualquer coisa joga no Google ><



·        A Partilha – Nacional – 2001. É sem duvida um dos filmes que sempre que vou a locadora, alugo! Conta a historia de 4 irmãs completamente desunidas e diferentes que precisam se reunir e se entender após a mãe delas que morava só, morrer. O filme é engraçadíssimo, tem um puta elenco, como Andrea Beltrão, Lilia Cabral, Paloma Duarte e Glória Pires. Sem contar o elenco de apoio que deixa o filme mais foda! Durante todo o filme as cenas se misturam entre lembranças da época da infância, discussões bobas, típicas de irmãos e cenas mais tensas, mas bastante engraçadas, como por exemplo de duas irmãs do meio brigando, por causa de um jogo de panelas, e depois, caindo na gargalhada... É um ótimo filme pra se assistir sozinho, com a mãe, os irmãos, certamente, cada um de nós temos um pouco dos problemas e defeitos que estas 4 irmãs tem. Recomendo muuito!! Assistam o trailer ! Não tem como assistir e não ficar com vontade de ver o filme SÉRIO! (:
            
Link :Trailer A Partilha



Billy Elliot – Inglaterra – 2000. É um drama! Muito lindo... Conta a historia de um garoto que vive em uma cidade pobre e pacata no interior da Inglaterra, onde a tradição das lutas de Boxe entre os garotos reina. Mora com seu pai, seu irmão ( que trabalham em uma mineradora ) e a avó, já velha... O filme fica emocionante, quando o garoto faz suas aulas de boxe no ginásio da escola e divide o espaço com as aulas de ballet – das meninas – onde descobre aí, sua paixão pela dança.... Durante todo o filme, o garoto tenta quebrar as barreiras do preconceito até conseguir se tornar um grande bailarino, dançando em um musical, mais para frente, com direito a platéia lotada e seu pai, junto com seu irmão na fileira da frente!! Muito marcante pra mim este filme, porque durante as cenas, muita coisa acontece, muitas atitudes lindas este garoto tem, e geralmente recebe pedradas e coices! Recomendo demais também! Vejam o trailer =) - Em inglês, mas vale a pena! (: -




Irma Vap O Retorno – Nacional – 2006. É uma comédia! Com um elenco de peso! Imagina, Marco Nanini, Ney Latorraca, Marcos Caruso entre outros mestres do cinema nacional! O filme é uma bagunça! Conta a historia de uma peça de teatro, que basicamente não existe mais, porque um dos personagens principais, sofreu um acidente de carro ( ocasionado pela sua própria irmã ) onde ele é o detentor dos direitos autorais da peça. A historia começa, quando a irmã, alcoólatra, decide vender a sua parte sem ele saber, para que jovens atores interpretem uma versão mais moderna da peça.... O filme é barbaro! Ela consegue torturar o irmão, das maneiras mais pitorescas possíveis, já que ele fica preso a uma cadeira de rodas, no quarto do segundo andar... O que o deixa completamente dependente dela! Importante dizer, que ele, o irmão, é Marco Nanini, e ela, a irmã, também é Marco Nanini! O que deixa a historia muito hilaria.  Vejam o trailer e entendam! 



Trair e Coçar é Só Começar – Nacional – 2006. Outra comedia Brasileira de dar gosto! Adriana Esteves, Cássio Gabus Mendes, Ailton Graça, Márcia Cabrita e outro monte de verdadeiros palhaços... O filme conta a historia de uma empregada doméstica super atrapalhada, que compra um livro de uma empregada que virou patroa. Seguindo os conselhos do livro, ela consegue pintar e bordar na casa dos patrões, apaixonada pelo porteiro fanho, que não está nem aí pra ela, Olimpia é cheia do jeitinho brasileiro de se resolver as coisas e como toda boa Brasileira atrapalhada... Consegue colocar os patrões dela em grandes frias que vão desde um caso extra-conjugal ( que nunca aconteceu ) até um fracassado jantar de comemoração de anos de casamento... Outro filme, que vale demais a pena ver e se matar de rir! O trailer é ótimo ! Assistam







 
Divã – Nacional – 2009. Lilia Cabral é Merceces, do filme que virou série na TV, este sem duvida, consegue nos fazer pensar e repensar, será que o que vivemos é realmente bom? Mercedes sempre foi bem casada, bonita, bem resolvida financeiramente, com uma família perfeita... Daí ela decidiu fazer psicanalise, e sentada no Divã de frente para o seu analista, começou a se deparar com uma série de defeitos e detalhes não tão bons assim, que tornam o filme engraçado, já que Mercedes sofre a crise dos 40 mas ... É inexplicável! Até hoje, todos que viram, gostaram demais demais! O nome do filme, diz tudo! Divã... Do começo ao fim, entramos dentro da vida desta personagem e vivemos os seus erros, acertos, suas frustrações e realizações! Trailer abaixo!







É isso! (: Eu espero mesmo, que gostem... Assistam os trailers e repassem! Conhecimento é algo que nunca devemos guardar pra sí... Aí é o meu gosto pessoal... Sim, prefiro valorizar os filmes nacionais e com historias no minimo viaveis. Decidi por colocar aqui os meus 5 favoritos para não ficar tão cansativo! =) Semana que vem, posto mais! Obrigado por lerem, bjbjbj 


24 de mai de 2011

Do rah que quer amar! (: é... ♥





Eu queria mesmo, é namorar



Eu queria mesmo, acordar, dar bom dia! Fazer o café, e voltar pra cama, e dizer:”Ta pronto, vamos!

Eu queria mesmo é abrir as janelas e ouvir:” Ain fecha iiissso vai!”  é eu queria...

Eu queria, trabalhar o dia inteiro e me estressar, pra chegar em casa, não falar nada, dizer boa noite, ver a TV em silencio, ir dormir, e abraçar alguém. Pra descarregar tudo de ruim do meu dia, e saber que pelo menos em casa, tenho paz e felicidade.



Eu queria planejar as férias juntos, e concretizá-las, queria ir a festas, e ter companhia garantida, até para os programas de índio... Eu queria ser e ter, eu queria viver algo bonito, que fosse exemplo, desse gosto de contar....Eu queria viver algo que me fizesse bem, e que trouxesse motivação, pra viver bastante, sorrir bastante e ter uma vida mista, de responsabilidades e de coisas agradaveis... Eu queria que meus planos dessem certos, que as pessoas mentissem menos, exigissem menos e enxergassem mais, notassem o quanto a vida pode ser rápida e passageira a ponto de que podemos morrer amanhã, e nos faça questionar a  quem deixaremos tristes? E a quem faríamos falta de verdade?  Podemos adoecer, e ter um prazo de vida certo, e daí, não teremos tempo suficiente pra construir um amor, e vive-lo, e morreremos sem o tal do amor, amor... Amor amor!  amor este que tantos não sentem, mas dizem, proclamam e empurram com a barriga uma paixão que já acabou... Amor este, que magoa, traz dor e ciúmes, insegurança e muita incerteza de muitas coisas, mas que não deixa de ser uma delicia sentir, é oque dizem né...



Amor, amor? Não sei... escrever sobre o amor, pra mim vai ser sempre muito difícil, muito incerto, até porque, não sei se amei, não sei se as experiências que tive até hoje, não passaram apenas de historias bonitinhas e coincidências da vida, porque acredito, que o amor de verdade, não passa, não acaba, não fica na memória, o verdadeiro amor, não cabe a um texto de lembrança, mas sim de atualidade e de futuro... Não que o amor verdadeiro não adoeça, fique mais cansativo ou menos quente, mas que ele não acabe por circunstancia nenhuma.



Sempre vivi verdadeiras novelas mexicanas, sentimentos relâmpagos, misturado com os duradouros, aquele seu rolo, de 3 anos... que decidiu ver você esta semana toda! E que você confunde, que são 3 anos de rolo e uma semana de intensidade, e acaba juntando tudo, e dizendo que aquele seu sentimento momentâneo dura a 3 anos... E pronto! Amor. Não...



Sou muito bem resolvido e obrigado. Amor pra mim, é algo que preciso conhecer, preciso que me mostrem, e luto por isso... Independente das situações e circunstancias que a vida me impõe, e independente das pessoas que a vida se encarrega em me apresentar e dizer : “Esse aí parece ser um ótimo professor pra você Ramon”  Mas quando vou ver, essa pessoa tem uma bela aliança brilhante na mão ou mora a kilometros de distancia, ela tem defeitos que eu julgo como imperdoáveis, ou simplesmente é boa demais pra você que é puro defeitos.



E  eu não me importo, não quero saber desses obstáculos. Por amor, já me fizeram sofrer, por amor, já me deixaram, e disseram:”Não te amo mais. nunca te amei, estou amando agora, de verdade, tchau...”

E cá estou... inteiro, com braços e pernas! E estou aí... aqui, lá! Esperando e esperando, desejando, passando vontade, imaginando, sonhando... Besta né? Fazer o que, sou corpo alma e coração, espoleta, briguento, amigo, sincero! Conselheiro... agitado, bagunceiro, mas também um amante, dos sentimentos mútuos e sentimentos fortes, que afloram a pele, e fazem sua boca soltar palavras, que talvez não seriam adequadas as circunstancias... mas é incontrolável e eu adoro!



Vamos lá! Vamos ao amor...



=)

17 de mai de 2011

Dos meus sonhos, e das minhas realizações!




Eu nasci pobre, nasci sem ter o que comer e dormi no carrinho durante meses... Estudei em escola publica, meu sonho era ir de perua à escola... Comia merenda e repetia, comprava 50 centavos de bala e era raro. Fui pro colegial e daí comecei a entender muita coisa, tracei muitos planos, aprontei demais... Fui destaque, fui pra diretoria, fui pro fundão... Fui da primeira carteira. Já no colégio, com uma vida 200% diferente... Materiais de primeira, uniforme completo, tenis novo... A fila da merenda já não era tão necessaria e foi substituida pela da cantina. Depois da escola, tinha aquela ida basica ao shopping pra comer no MC e fofocar, naquela época já  tomava decisões, mandava em mim, ia se queria, faltava quando quisera. Já no colégio tive a oportunidade de ter o comando das minhas decisões e decidi... Decidi aprender a escrever e a falar bem, decidi aprender a lidar com as pessoas ruins, porque lidar com as boas, é fácil... Aprendi a identificar as ovelhas negras, e a tratá-las com seu devido respeito, aprendi a entrar na favela e sair quietinho, do jeito que entrei... Aprendi a ver mas não enxergar tão bem... a ouvir, mas esquecer, rapidinho... E me decidi, decidi que a minha vida não seria fácil, que os meus objetivos seriam difíceis, que as pessoas que eu escolhera, seriam complicadas, e que eu seria alguém diferente e por isso, pagaria o preço

Daí eu decidi sonhar, decidi sonhar em ter um amor, pra te-lo, ou te-los, no plural, decidi em namorar e namorei, decidi em terminar, terminei... Decidi em me apegar e me apeguei, decidi em estipular metas, em infincar sonhos, e eis-me aqui... Sonhos estes, tão complexos quanto eu, sonhos estes, tão fora de moda e fora de contexto, para alguém de 18 anos, sonhos de gente grande.

Quais são? Os mais quadrados possíveis... Ter alguém, ser de alguém, amar alguém, ser amado por alguém, ter alguém pra ligar e reclamar, ser de alguém pra atender e ouvir, ter alguém pra ir à uma festa chata, ser de alguém pra acompanhar num passeio de índio... Ter contas, trabalhar pra paga-las... Ter bens e batalhar pra mante-los. Planejar férias, ir à agencias de turismo, fazer um pé de meia... Comprar eletrodomésticos de ultima geração... Com alguém...

Fico pensando, amadurecendo minhas idéias e me questionando se realmente elas não passam de uma carência afetiva grave... Bem grave... mas não! Infelizmente.

Porque ao entrar em uma grande empresa, trabalhar um dia inteiro, folgar, receber bem, ter benefícios, não me deixam dispersar do meu objetivo principal... ir a bares, baladas, sair com pessoas bonitas, ditas ‘cobiçadas’ não me fazem crer que é uma grande bobagem ficar preso à um só.  Ao contrario, só me fazem pensar o quanto eu preciso 'evoluir' pra obter o meu sucesso naquilo em que acredito ser essencial.

Hoje eu to pensativo...

:*

Os meus 19 anos



Ramon Martins... 18 anos! E meio
E que 18 anos hein?!
Na verdade, daqui pouco mais de um mês faço 19! E que 19 ...
 Hoje, loguei no orkut... como sempre, fui logar no Gmail, e como já estava no Orkut, acabou entrando para minha caixa de mensagens do Orkut... Cheio daqueles ignorados e-mails “ Fulano mandou um recado para você”

Do nada, comecei a fuçar, e a ler, todos os meus antigos recados e depoimentos. E revivi muitas historias...Sentimentos bons recordei, mas não os encontrei no mesmo lugar, onde hoje mora a raiva e a decepção... Pessoas que entraram e saíram como um relâmpago. Entraram de maneira linda, ocuparam seus espaços e mantiveram algo concreto, mas saíram porcamente, deixando rastros e muita negatividade

Assim sempre foi a minha vida, sempre acreditei em tudo e em todos, dei oportunidades e chances a quem já tinha provado que não era digna de confiança, amei, desamei e reamei, se é que isso é possível, gostei e desgostei, pra voltar a gostar denovo... e desgostar enfim. Liguei, liguei e liguei, pra depois, não ter mais nem o numero anotado para uma emergência...

Escrevi, declarei, afirmei, pra agora, não conseguir nem ler algo que me lembre... Sái, ri, chorei, gritei e reclamei... Pra agora, andar sozinho

Acho que vim ao mundo para ensinar. Vim ao mundo para aconselhar, como um guia de parques de diversão que mostra o caminho e depois, fica na gaveta guardado... Quando não, vai pro lixo. Vim ao mundo para fazer bem, cuidar, zelar, tratar bem e dizer : “Vem cá que eu te ajudo”. Para depois voltar pra casa só e assim passar o resto do dia. Vim ao mundo para ser gentil, tratar com educação até quem me trata com brutalidade, vim ao mundo para nunca chutar cachorro morto, mas sim, o transforma-lo em um belo cão, mesmo que antes ele tenha me mordido... Vim ao mundo para acreditar, que o impossível, só é possível quando queremos, e queremos no plural, porque nada acontece sozinho. Vim ao mundo para descobrir isso, sozinho, nada acontece. Que precisamos das pessoas para tudo, para nos ensinar, nos decepcionar, nos fazer sentir bem, e nos sentir mau. Precisamos das pessoas até para nos sentirmos sós, abandonados, desvalorizados. Porque o ser humano é craque em nos mostrar o quanto a nossa vida está uma bosta e que precisamos mudar.

Hoje, comparo minha vida, com os anos anteriores... Busco entender, o que houve... O porque de tanta rotatividade e de tantas pessoas ausentes e presentes... O porque de tantos sentimentos em vão e de tantas amizades que se foram. As respostas eu não encontro em mim, mas sim, neles... As respostas estão nas fotos com os bests e nos perfis modificados... Estão nos roles e nas melhores noites... Estão em tudo aquilo em que eu também sei fazer, mas abri mão, simplesmente porque dei mais ênfase em ser o ombro amigo, e não a mão que segurava o copo enquanto você vai ao banheiro....

Jamais me sinto desvalorizado ou desmerecido, com tantas perdas, consigo contabilizar meus ganhos, meus feitos e minhas conquistas... Com tantas decepções e enganos, consigo enxergar que há algo de muito melhor a minha espera... Plantar e colher sempre foi e sempre será o lema da minha vida, honestidade, transparência, lealdade... Ter bom senso, para saber diferenciar amizade de coleguismo, consideração, de algum ato bondoso... Minha conta, é positiva, disso, não tenho duvidas...

Com 19 anos, quase completos, me sinto adulto, maduro e responsável. Me sinto capaz, do que, nem eu sei... mas capaz. Capaz de diferenciar tipos de gêneros, faces de rostos, tomates de caquis, capaz de saber o que é certo e o que é correto, o que é preciso e o que é realmente necessário. Capaz pra entender, o que é desejável do que é essencial. Hoje sinto que o amanhã será diferente, que o amanha será mais fácil. E tem sido... Sinto que as pessoas continuarão pequenas e eu continuarei em algumas situações, inalcançável.

Com 19 anos, consigo me orgulhar. Me orgulhar dos meus erros mais ridículos que foram todos remoldados e transformados em passado. Consigo me orgulhar dos conselhos que dei e dos casais que formei, das conversas que tive e das broncas que levei... Dos gastos com as contas de telefone que tive, mas dos resultados e do bem que ajudei a fazer.

Com 19 anos estou pronto, para os 20, e para os 30... Estou pronto pra botar a cabeça pra fora da janela e dizer : ”  Eai mundão... Qual é a boa de hoje? Manda.... “  E esperar sabe lá o que Deus tem pra mim...

Com 19 anos eu sofro, eu  sinto saudade, eu me pergunto o porque de muita coisa’. Mas sei, que é a hora apropriada, porque ao chegar os 20 e os 30, eu deixarei de perguntar para responder o porque de tanta felicidade e de tantas realizações...

É isso... Enquanto isso, fico sentado, com meus balões coloridos distribuindo-os pela cidade e ficando apenas com aquilo que ninguem quer, que ninguem gosta... 
(:

31 de mar de 2011

Fechando tudo e passando a régua...

Tá tudo muito bom, ta tudo muito bem


Eu... eu sou assim... desbravado, cara de pau, bravo. sou cauteloso, amigo! fiel e leal, cheio de problemas, cheio de soluções. Vivo correndo atrás de muita coisa, de muitas pessoas de muitas situações. vivo mudando, crescendo, sumindo. vivo assim, e vivo, vivo muito, aprendo, penso, paro e penso, penso mais. e continuo, ou não.

Viver é bom, mas é difícil, as recompensas são demoradas, são suadas, não sei se ja posso cantar  vitoria, mas sei que tenho vantagem pra contar. Ultimamente ando assim. monossilabico. direto. com pontos finais no fim de cada frase ou palavra dita. sem direito a voltar atrás ou remendar o que já foi dito.

Feliz estou? talvez, infeliz jamais. Embora a infelicidade seja constante em minha vida, não a mantenho nem a preservo, destruo-a de maneira exterminadora porém sempre existirão rastros que são necessários. Necessários pois o dia que exterminar a infelicidade por inteiro da minha vida, poderei deixar de correr atrás de tudo e viver.

Engraçado como não paro de aprender, não paro de ensinar, nem de viver situações diferentes e fortes. O ano começou e muita coisa acabou, muita coisa mudou de lado, mudou de visão, varias coisas desapareceram e nunca mais vão voltar, outras tantas parecem que se perderam e eu não as acho de jeito nenhum. Enfim, o ano de 2010 não foi bom e 2011 não tem sido bom também, mas nada muito grave. A verdade é que o jeito 'bom' que eu quero/queria, talvez nao seja o bom de verdade.


Bom é estar de bem consigo, ter amigos e um bom relacionamento no trabalho, é se sentir satisfeito com o que ganha e o que perde também. É bom voce chegar em casa e ter comida, mãe, cobertor e roupas, bom é voce ter condições de sair e gastar sem se preocupar com o quanto sobrou na conta, bom de verdade é o que eu to vivendo. E nunca pensei que fosse tão bom

Analisando... Nos anos que se passaram, sempre reclamei de algo, nunca estava bom, e nunca eu sabia o porque ... A verdade é porque o meu bom não era bom. Meu bom era inconstante, incerto, meu bom era instavel e muito vulneravel. Meu bom  era burro, era incerto, era dependente de outra pessoa, de outra personalidade, meu bom era péssimo e eu só fui perceber isso agora. Quando o bom mesmo apareceu
 

Pensando dessa forma, arranjei soluções para diversos dilemas e questionamentos . Será que o bom que preservamos em nossa cabeça, o bom que idealizamos como meta, é bom mesmo?  Quantas vezes não reclamamos que nada está bom sendo que o bom não é nada?

(K)

Da série: O Trabalho do Rah !

É! Eu Trabalho...

Há um tempo atras estava conversando com um amigo... da época em que eu falava :" Trabalho? * coceiras* "
Aqui, eu me divirto, eu fico bravo com a ignorancia do brasileiro. Aqui eu falo muita besteira, eu falo muito mal das pessoas, eu grito e eu chingo picas! :D mentira ._.
Aqui é aonde eu me refugio, eu fico triste e feliz, é onde eu me animo pra ganhar dinheiro e pra gastar dinheiro!

Aqui tem pessoas bonitas, feias, aqui tem gente falsa, mas tem amigos tambem
Aqui é dificil de ficar, dificil de entender as regras e segui-las. Aqui tem muita frescura, mas ainda assim quando to de folga sinto saudade.
Aqui é minha nova vida, onde estou me estruturando, formando a minha base, criando minhas raizes e plantando meus conhecimentos pra colhe-los. Aqui é onde vou virar gente! :D
Aqui é de onde eu escrevo agora! :D Aqui é barbaro. Eu me sinto bem aqui *-*
Isso é, se ninguem me irritar e eu não pedir as contas, claro =)
Atualização bobinha... só pra atualizar, em breve eu escrevo algo reealmente interessante :D
bjbjbj
Web Analytics