20 de mar de 2012

Pra manter a tradição... Post do ano eleitoral.




Quem me conhece sabe que sempre fui muito interessado em política e no governo, acredito que o cidadão pra exercer o direito ao voto precisa saber o que está fazendo... Hoje em dia no Brasil vota-se por tradição, por achismo, identificação superficial... "Gosto da maneira como se veste, se comporta, fala"Infelizmente essa tradição tem nos levado a esta putaria nacional, o povo crê que precisam de representantes de si próprios no poder, por isso, elegem palhaços, analfabetos, mentirosos e derivados, nossa presidente não domina nem o português oficial e vira e mexe está usando o gerúndio de maneira gritante. O povo gosta, era pobre, militante... Fala bonito, abraça o povo, é do PT, amiga do Lula, que perdeu um dedo... Pai da greve, diretas já, caras pintadas... 




Vamos parar com a policia na Bahia, amanhã não terá metrô, segunda não tem ônibus, os hospitais vão parar em 10 dias, os professores querem greve nacional, nas cadeias há rebeliões, nos estádios, mais banquinhos pros vândalos destruírem, nas escolas faltam ventiladores de teto, baratinhos, 100 reais pra 50 alunos que dividem o espaço que era pra ser a mesa do professor, no senado não, há ar condicionado até nos banheiros dos gabinetes, gabinetes que arrisco dizer que são maiores que muitas casas populares compradas com dinheiro de vidas.
Foto da pequena sala de um dos apartamentos funcionais.
Mas tá certo, são nossos representantes, gente como a gente, num pais onde não se é necessário nem o ensino fundamental para tomar decisões que mudam a vida de milhões de pessoas e ganhar uma fortuna por mês, a realidade do povo é outra.

Em uma terra em que gente se especializa e se mata pra pagar a faculdade para se formar e competir com 20 pessoas uma vaga de miseros mil reais tem profissionais que se dedicam uma vida toda para receber uma aposentadoria que não é nem 10% do que um político recebe para trabalhar horas numa semana

País de trouxas, costumo dizer que o brasileiro não vota, ele ao apertar as teclas da urna eletrônica enfia o dedo no cu de cada um de nós.

Me revolta ver que quem mais precisa é quem mais erra na hora de votar, menos entende... Quem mais deveria se interessar porque mais lhe é necessário saber, menos assiste ao programa eleitoral, que para os jovens já virou tradição tirar barato e desprezar um programa que deveria ser esperado com anseio por toda a população... 

É o projeto de uma nova cidade, de um novo estado, de novas leis, mas não, é só tempo perdido, a hora de apelar pra um DVD ou pra um MP3.

Hoje li uma reportagem, li que um transexual acaba de assumir um cargo no governo, ele será o primeiro transex a assumir cargos no serviço publico. Vai assumir uma secretaria de políticas contra a homofobia. Legal, triste foram os comentários... Os ataques, as ofensas gratuitas e tanta ignorância despejada em algumas palavras escritas em Caps Lock.

A criminalização da homofobia, a menoridade penal, a PEC 300 (que define um piso salarial pros policiais de todo o Brasil), a desobrigação do voto e  do serviço militar, o aumento nas penas máximas, a exclusão de fianças para crimes graves e tantas outras cagadas vigentes e avanços racionais e humanos que precisam ser ajustados estão muito longe de acontecer, culpa de quem está no poder chupando essas tetas velhas desses ótarios que votam, ou do corno que vai na urna votar no mais popular ou no que fala bem, mas não tem nem um caderno de caligrafia completo?!

"O Brasileiro é a única nação que é burra e se orgulha, fato que justifica a reeleição de tantos nomes inúteis e incompetentes" Eu digo.

Politica não é indiscutível, política não é quinem bunda, que cada um tem a sua, política não é tabu, política é você, sou eu, é ele, é aquele lá, é a sua mãe, seu filho, política é acordar e comprar um pão que tem quase 30% de imposto, política é ir trabalhar e ganhar um salário que não dá nem pra cesta básica, política é ir tomar um banho de 10 minutos e pagar por 20, já que 50% da conta de luz é ICMS, continuamos a pregar que política é indiscutível e pessoal e tudo se manterá assim, lindo e maravilhoso, a cara do povo, cara essa que cismam em dizer que é batalhadora e feliz, um caralho! 

Deixando mais pessoal e com a minha cara, já que o blog é sobre a minha vida e o meu modo de pensar, existe uma frase muito "minha cara" dita pelo saudooso Alborguetti :

" Só existe uma coisa que uma pessoa NORMAL faz na vida: Nascer, morrer e votar no PT porra "

beijos do rah (=

Web Analytics